Primeira Ajuda em Saúde Mental: Contributo do programa para o incremento da literacia em saúde mental dos estudantes do ensino superior

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31211/rpics.2020.6.2.184

Palavras-chave:

Primeira ajuda, Literacia em saúde mental, Depressão, Ensino superior, Estudo quase-experimental

Resumo

Objetivo: O presente estudo tem como objetivo avaliar o contributo em termos da efetividade do programa de Primeira Ajuda em Saúde Mental na literacia em saúde mental acerca da depressão, a partir de uma amostra de estudantes de Enfermagem aquando do ingresso e integração ao curso. Métodos: Utilizou-se um desenho pré-experimental com grupo único, avaliação pré e pós intervenção. O Programa teve a duração de um dia (9 horas). A amostra do estudo foi constituída por 100 estudantes do 1.º ano do curso de Enfermagem (na integração ao curso), tendo sido selecionados de modo aleatório simples com recurso ao softwarerandom.org. A média das idades foi de 18,54 anos (DP = 2,00 anos). Como instrumentos de colheita de dados foram utilizados o Questionário de Avaliação da Literacia em Saúde Mental, aplicado à depressão, a versão breve do Inventário de Crenças acerca das Doenças Mentais e a Escala de Avaliação do Estigma Pessoal. Recorreu-se às estatísticas resumo, aos testes de McNemar e de Student para grupos emparelhados e, como medidas de tamanho de efeito, o e o respetivamente. Resultados: Observou-se com a intervenção um incremento da literacia em saúde mental ao nível do reconhecimento da depressão e estratégias comunicacionais de prestação de primeira ajuda (< 0,05), especificamente na adequação e utilidade de valorizar sintomas e não expressar julgamentos, assim como uma redução das atitudes estigmatizantes acerca das doenças e doentes (< 0,05). Conclusões: Apesar das limitações relacionadas com o desenho utilizado, nomeadamente a não existência de grupo de controlo, os resultados indicam que a frequência do programa contribui para aumentar a literacia em saúde mental e reduzir o estigma associado aos problemas de saúde mental.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Associação Americana de Psiquiatria. (2014). DSM-5: Manual de diagnóstico e estatística das perturbações (5ª ed.). Artmed Editora.

Bond, K. S., Jorm, A. F., Kitchener, B. A., & Reavley, N. J. (2015). Mental health first aid training for Australian medical and nursing students: An evaluation study. BMC Psychology, 3, Artigo 11. http://doi: 10.1186/ s40359-015-0069-0

Bond, K.S., Cottrill, F.A., Blee, F.L., Kelly, C.M., Kitchener, B. A., & Jorm, A. F. (2019). Offering mental health first aid to a person with depression: A Delphi study to re-develop the guidelines published in 2008. BMC Psychology, 7, Artigo 37. https://doi.org/10.1186/s40359-019-0310-3

Burns, S., Crawford, G., Hallett, J., Hunt, K., Chih, H. J., & Tilley, P. J. M. (2017). What’s wrong with John? A randomised controlled trial of Mental Health First Aid (MHFA) training with nursing students. BMC Psychiatry,17(1), Artigo 111. https://doi.org/10.1186/s12888-017-1278-2

Cohen, J. (1988). Statistical power analysis for the behavioral sciences. Lawrence Erlbaum Associates.

Cunha, S. R. (2019). Efetividade do programa de primeiros socorros em saúde mental em estudantes do 1.º ano de Enfermagem [Dissertação de mestrado, Escola Superior de Enfermagem de Coimbra]. Repositório Científico da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra. http://web.esenfc.pt/?url=H4DEpIcb

Gil, I. M., Santos, J. C., & Loureiro, L. M. J. (2016). Estigma em estudantes de enfermagem: antes e depois do contacto com pessoas com transtornos mentais. Revista Enfermagem UERJ, 24(1), Artigo e12309. https://doi.org/10.12957/reuerj.2016.12309

Jorm, A. (2019). The concept of mental health literacy. Em O. Bauer, U. Levin-Zamir, D. P. Pinheiro, & K. Sorensen (Eds.), International handbook of health literacy: Research, practice and policy across the life-span (pp. 53–66). Policy Press.

Jorm, A. F., Korten, A. E., Jacomb, P. A., Christensen, H., Rodgers, B., & Pollitt, P. (1997). “Mental health literacy”: A survey of the public´s ability to recognize mental disorders and their beliefs about the effectiveness of treatment. Medical Journal of Australia, 166(4), 182–186. https://doi.org/10.5694/j.1326-5377.1997.tb140071.x

Kitchener, B. A., & Jorm, A. F. (2002). Mental health first aid training for the public: Evaluation of effects on knowledge, attitudes and helping behavior. BMC Psychiatry, 2(1), Artigo 10. https://doi.org/10.1186/1471-244X-2-10

Loureiro, L. (2014). Primeira ajuda em saúde mental. Escola Superior de Enfermagem de Coimbra.

Loureiro, L. M. & Freitas, P. M. (2020). Effectiveness of the mental health first aid program in undergraduate nursing students. Revista de Enfermagem Referência, 5(1), Artigo e19078. https://doi.org/10.12707/RIV19078

Loureiro, L. M. J. (2008). Representações sociais da loucura: Importância para a promoção da saúde mental. [Tese de doutoramento não publicada], Universidade do Porto.

Loureiro, L. M. J. (2015). Questionário de Avaliação da Literacia em Saúde Mental – QuALiSMental: Estudo das propriedades psicométricas. Revista de Enfermagem Referência, 4(4), 79–88. https://doi.org/10.12707/RIV14031

Loureiro, L. M. J. (2020). Avaliação de impacto do programa de Primeira Ajuda em Saúde Mental na literacia em saúde mental dos estudantes do 1.º ano do curso de licenciatura em Enfermagem [Relatório de pós-doutoramento não publicado]. Universidade do Porto.

Loureiro, L. M. J., Dias, C. A., & Oliveira, R. A. (2008). Crenças e Atitudes acerca das doenças e dos doentes mentais. Contributos para o estudo das representações sociais da loucura. Referencia, (8). 33–44. Recuperado de http://www.index-f.com/referencia/2008pdf/8-3344.pdf

Loureiro, L. M. J., Mendes, A. M. O. C., Barroso, T. M. M. D. A., Santos, J. C. P., Oliveira, R. A., & Ferreira, R. O. (2012). Literacia em saúde mental de adolescentes e jovens: Conceitos e desafios. Revista de Enfermagem Referência, 3(6), 157–166. https://doi.org/10.12707/RIII11112

Loureiro, L. M. J., Sousa, C. S. F., & Gomes, S. P. S. (2014). Primeira ajuda em saúde mental — Pressupostos e linhas orientadoras de ação. Em L. M. J. Loureiro (Coord.), Literacia em saúde mental: Capacitar as pessoas e as comunidades para agir (Vol. 8, pp. 63–77). Unidade de Investigação em Ciências da Saúde: Enfermagem (UICISA:E).

Loureiro, L. M., & Sousa, C. F. (2019). Programa de Primeiros Socorros em Saúde Mental: Estudo piloto. Revista Portuguesa de Investigação Comportamental e Social, 5(1), 72–86. https://doi.org/10.31211/rpics.2019.5.1.108

Loureiro, L., & Costa, L. (2019). Avaliação do programa de primeiros socorros em saúde mental em estudantes de licenciatura em enfermagem. Revista de Enfermagem Referência, 4(20), 9–18. https://doi.org/10.12707/RIV18087

Loureiro, L., & Sousa, C. (2019). Programa de primeiros socorros em saúde mental: Estudo piloto. Revista Portuguesa de Investigação Comportamental e Social, 5(1), 72–86. https://doi.org/10.31211/rpics.2019.5.1.108

Loureiro, L., & Abrantes, A. (2014). Propriedades psicométricas das Escalas de Avaliação do Estigma associado ao abuso de álcool. Interações: Sociedade e as Novas Modernidades, 27, 47–59. https://www.interacoes-ismt.com/index.php/revista/article/view/379

Morgan, A. J., Ross, A., & Reavley, N. J. (2018). Systematic review and meta-analysis of mental health first aid training: Effects on knowledge, stigma, and helping behaviour. PLoS ONE, 13(5), Artigo e0197102. https://doi.org/10.1371/journal.pone.0197102

Publicado

2020-11-29

Como Citar

Loureiro, L. M., Amorim, R., Frajuca, M., Cunha, S., Correia, S., Morgado, T., & Costa, L. (2020). Primeira Ajuda em Saúde Mental: Contributo do programa para o incremento da literacia em saúde mental dos estudantes do ensino superior. Revista Portuguesa De Investigação Comportamental E Social, 6(2), 24–38. https://doi.org/10.31211/rpics.2020.6.2.184

Edição

Secção

Artigo Original