Literacia em saúde mental acerca da depressão e abuso de álcool de adolescentes e jovens Portugueses

Palavras-chave: Literacia saúde mental, depressão, abuso álcool, adolescência, jovens

Resumo

Este estudo tem objectivos comparar a literacia em saúde mental dos adolescentes e jovens portugueses relativamente à depressão e ao abuso de álcool e analisar o padrão de respostas em termos de consistência e concordância para ambas as perturbações.

A amostra é constituída por 4938 adolescentes e jovens, 43,0% do género masculino e 56,7% do género feminino, com uma média de idades de 16,75 anos, que frequentam as escolas do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário, pertencentes à Direção Regional de Educação do Centro.

Os resultados revelam um nível de LSM modesto na generalidade das componentes. Ainda que se encontrem diferenças estatisticamente significativas (p<0,05) em 88,00% dos itens da LSM, o que indicia diferentes formas de encarar ambos os problemas de saúde mental, os resultados revelam consistência em termos das  componentes conhecimentos e competências para prestar a primeira ajuda e apoio aos outros e conhecimentos acerca do modo de prevenção das perturbações mentais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia Autor

Luís Manuel Loureiro, Escola Superior de Enfermagem de Coimbra
Luís Loureiro formou-se em serviço social no Instituto Superior Miguel Torga. Fez o seu doutoramento em medicina (saúde mental) pelo Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar. É professor adjunto na Escola Superior de Enfermagem de Coimbra desde 2005. Publicou 24 artigos em revistas especializadas e 26 trabalhos em actas de eventos. Possui 17 itens de produção técnica. Participou em 59 eventos no estrangeiro e 9 em Portugal. Atualmente participa em 2 projectos de investigação, coordenando 1 destes. Atua na área de Ciências Sociais com ênfase em Outras Ciências Sociais. Nas suas atividades profissionais interagiu com 59 colaboradores em co-autorias de trabalhos científicos.

Referências

Associação Americana de Psiquiatria. (2006). DSM-IV-TR: Manual de diagnóstico e estatística das perturbações mentais [Manual of diagnosis and statistics of mental disorders]. Lisboa: Artmed. [Google Scholar]

Feijão, F. (2010). Epidemiologia do consumo de álcool entre os adolescentes escolarizados a nível nacional e nas diferentes regiões geográficas [Epidemiology of alcohol consumption among schooled adolescents in the national level and in different geographical regions]. Revista Toxicodependências, 16(1), 29-46. [Google Scholar] [URL]

Jorm, A. F. (2000). Mental health literacy: Public knowledge and beliefs about mental disorders. Brithish Journal of Psychiatry, 177, 396-401. [Google Scholar] [CrossRef]

Jorm, A. F. (2012). Mental health literacy: Empowering the community to take action for better mental health. American Psychologist, 67(3), 231-243. [Google Scholar] [CrossRef]

Jorm, A. F. (2014). Mental health literacy: Promoting public action to reduce mental health problems. In L. Loureiro (Ed.), Literacia em saúde mental - capacitar as pessoas e as comunidades para agir [Mental health literacy: Empowering people and communities to act] (Vol. 8, pp. 27-39). Coimbra: Unidade de Investigação em Ciências da Saúde: Enfermagem. [Google Scholar]

Kelly, C. M., Mithen, J. M., Fischer, J. A., Kitchener, B. A., Jorm, A. F., Lowe, A., & Scanlan, C. (2011). Youth mental health first aid: A description of the program ans an initial evaluation. International Journal of Mental Health Systems, 5(4), 1-9. [Google Scholar] [CrossRef]

Loureiro, L., (2013). Barreiras e determinantes da intenção de procura de ajuda informal na depressão [Barriers and determinants of the intention to seek informal help in depression]. International Journal of Developmental and Educational Psychology, 1(1), 733-746. [Google Scholar] [Redalyc]

Loureiro, L. M. (2014). Primeira ajuda em saúde mental [First aid in mental health] (1 st ed.). Coimbra: Unidade de Investigação em Ciências da Saúde, Enfermagem/Escola Superior de Enfermagem de Coimbra. [Google Scholar]

Loureiro, L. M. (2015). Questionário de Avaliação da Literacia em Saúde Mental-QuALiSMental: Estudo das propriedades psicométricas [Questionnaire for Assessment of Mental Health Literacy – QuALiSMental: study of psychometric properties]. Revista de Enfermagem Referência, 4(4), 79-88. [Google Scholar] [CrossRef]

Loureiro, L., Pedreiro, A., & Correia, S. (2012). Tradução, adaptação e validação de um Questionário de Avaliação da Literacia em Saúde Mental (QuALiSMental) para adolescentes e jovens portugueses a partir de um Focus Group [Translation, adaptation and validation of a Questionnaire for Assessment of Literacy in Mental Health (QuALiSMental) for Portuguese adolescents and young people from a Focus Group]. Revista de Investigação em Enfermagem, 25, 42-48. [Google Scholar] [URL]

Loureiro, L. L. M. J., Barroso, T. M. M. D., Mendes, A. M. O. C., Rodrigues, M. A., Oliveira, R. A. A. N., & Oliveira, N. R. N. (2013). Literacia em saúde mental dos adolescentes e jovens portugueses sobre abuso de álcool [Mental health literacy of portuguese adolescents and youth about alcohol abuse]. Escola Anna Nery, 17(3), 474-481. [Google Scholar] [CrossRef]

Loureiro, L. M., Jorm, A. F., Mendes, A. C., Santos, J. C., Ferreira, R. O., & Pedreiro, A. T. (2013). Mental health literacy about depression: A survey of Portuguese youth. BMC, Psychiatry, 13(129), 1-8. [Google Scholar] [CrossRef]

Loureiro, L., Sequeira, C., Rosa, A., & Gomes, S. (2014). Rótulos psiquiátricos: "Bem-me-quer, mal-me-quer, muito, pouco e nada..." [psychiatric labeling "He loves me, he loves me not]. Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental, (spe1), 40-46. [Google Scholar] [Scielo]

Loureiro, L. M., Sousa, C. S., & Gomes, S. P. (2014). Primeira ajuda em saúde mental - Pressupostos e linhas orientadoras de acção. In L. Loureiro (Ed.), Literacia em saúde mental - Capacitar as pessoas e as comunidades para agir [Mental health literacy: Empowering people and communities to act] (Vol. 8, pp. 63-77). Coimbra: Unidade de Investigação em Ciências da Saúde: Enfermagem. [Google Scholar]

Melas, P. A., Tartani, E., Forsner, T., & Forsell, Y. (2013). Mental health literacy about depression and schizophrenia among adolescents in Sweden. European Psychiatry, 28(7), 404–411. [Google Scholar] [CrossRef]

Reis, A., Barros, J., Fonseca, C., Parreira, L., Gomes, M., Figueiredo, I., & Matapata, S. (2011). Prevalência da ingestão de álcool nos adolescentes - Estudo PINGA [Prevalence of Alcohol Ingestion in Adolescents - PINGA Study]. Revista Portuguesa de Clínica Geral, 27(4), 338-345. [Google Scholar] [Scielo]

Rickwood, D., Deane, F., Wilson, C., & Ciarrochi, J. (2005). Young people’s help-seeking for mental health problems. Australian e-Journal for the Advancement of Mental Health, 4(3), 1-34. [Google Scholar] [CrossRef]

Simões, C., Matos, M. G., & Batista-Foguet, J. (2006). Consumo de substâncias na adolescência: um modelo explicativo [Substance use in adolescence: An explanatory model]. Psicologia, Saúde & Doenças, 7(2), 147-164. [Google Scholar] [Scielo

Wright A., Harris M. G., Jorm, A. F., Cotton, S. M., Harrigan, S. M., McGorry, P. D., Wiggers, J. H., & Hurworth, R. E. (2005). Recognition of depression and psychosis by young Australians and their beliefs about treatment. Medical Journal of Australia, 183(1),18-23. [Google Scholar] [URL]

Publicado
2016-09-30
Como Citar
Loureiro, L. M. (2016). Literacia em saúde mental acerca da depressão e abuso de álcool de adolescentes e jovens Portugueses. Revista Portuguesa De Investigação Comportamental E Social, 2(2), 2-11. https://doi.org/10.7342/ismt.rpics.2016.2.2.33
Secção
Artigo Original